Nível de poluição volta a disparar em Pequim

Apesar de a densidade de partículas de 2,5 mícrons de diâmetro (PM 2,5) recomendada pela OMS ser de um máximo de 25, as autoridades chinesas considerarem perigoso sair de casa quando supera as 300

iG Minas Gerais | AFP |

Sujeira é 40 vezes maior do que permite o padrão internacional
Uncredited
Sujeira é 40 vezes maior do que permite o padrão internacional

Os níveis de poluição dispararam nesta quinta-feira, em Pequim, e atingiram um pico 20 vezes superior aos limites recomendados pela Organização da Saúde (OMS).

A visibilidade foi reduzida consideravelmente, obrigando muitos motoristas a ligar os faróis em pleno dia.

Apesar de a densidade de partículas de 2,5 mícrons de diâmetro (PM 2,5) recomendada pela OMS ser de um máximo de 25 para uma exposição de 24 horas e as autoridades chinesas considerarem perigoso sair de casa quando supera as 300, na tarde desta quinta foi atingido em Pequim o limite 568 microgramas por metro cúbico, segundo a embaixada americana.

Além de Pequim, uma nuvem espessa cobria também o norte do país e regiões como a de Sichuan, a sudoeste. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave