FBI prende jovem que planejava ataque ao Capitólio

Christopher Cornell, 20 anos, é acusado de tentativa de assassinato contra funcionários do governo americano e de posse ilegal de armas de fogo; ele veiculou comunicados de apoio ao Estado Islâmico

iG Minas Gerais | AFP |

Um jovem americano que proclamou na Internet seu apoio ao grupo Estado Islâmico foi detido em Ohio após comprar armas para, ao que parece, atacar o Capitólio, sede do Congresso americano.

Christopher Cornell, 20 anos, é acusado de tentativa de assassinato contra funcionários do governo americano e de posse ilegal de armas de fogo, segundo comunicado do departamento de Justiça.

De acordo com o agente do FBI que deteve Cornell, o suspeito abriu contas no Twitter com o nome de Raheel Mahrus Ubaydah e publicou "comunicados, vídeos e outros conteúdos" de apoio ao Estado Islâmico.

O jovem também expressou na Internet seu apoio à Jihad violenta e sua simpatia aos ataques jihadistas cometidos em diferentes países.

Contactado por um colaborador do FBI a partir de agosto de 2014, o suspeito revelou, após alguns encontros, que considerava os membros do Congresso inimigos e que tinha a intenção de realizar um ataque contra o Capitólio, em Washington.

Segundo a mesma investigação, Cornell comprou nesta quarta-feira "armas semiautomáticas e cerca de 600 munições com o objetivo de ir a Washington e matar os funcionários que trabalham no interior do Capitólio".

O jovem foi detido imediatamente após comprar as armas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave