Jô agradece nova chance e fala em mais um “recomeço” no Galo

Atacante admitiu erros do passado e espera reconquistar o espaço perdido no time alvinegro

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Atacante Jô não sabe o que é balançar as redes há 22 jogos
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Atacante Jô não sabe o que é balançar as redes há 22 jogos

A passagem do atacante Jô pelo Atlético terá uma nova história, que começa neste início de 2015. É o discurso do camisa 7 alvinegro das últimas temporadas, após mais uma chance recebida. Na primeira entrevista concedida depois do afastamento e reintegração no elenco, o jogador voltou a ressaltar que espera trilhar um novo caminho na Cidade do Galo.

“A gente passa por alguns momentos delicados na própria vida. Não só no futebol, mas fora também. O tempo afastado serviu para me aproximar da minha família. Ouvir conselhos de amigos. Eu pude colocar a cabeça no lugar, deixar tudo para trás. O presidente me deu mais uma chance, agradeço aos torcedores também. 2015 é um recomeço. Vou jogar e voltar a fazer gols. Reconquistar a confiança do treinador. Daqui para frente, uma nova vida”, afirmou o atacante.

Desde que chegou ao Atlético, em maio de 2012, não foi a primeira vez que tais palavras foram ditas pelo centroavante. No último - e mais grave problema-, ele foi afastado do elenco, ao lado do atacante André e do lateral-esquerdo Emerson Conceição, por atos de indisciplina em Curitiba, em novembro do ano passado.

Ele admitiu que a postura do clube foi correta, ao suspender o contrato dos três por um mês. “Acho que foi justa. Quando você erra, independentemente do seu erro, tem de ser punido. Não fugi da responsabilidade. Aceitei. Não quis falar por não ter uma situação definida. Assumi os erros, mas aconteceu. A partir de agora, é não errar mais”, disse Jô.

“Não culpo ninguém, me culpo por ter feito a coisa errada. Assumo, houve problemas na vida particular que acabou atrapalhando o futebol. Mas sou pai de família, tenho que assumir o erro e continuar a minha vida”, completou o atleta, que disputou a Copa do Mundo de 2014 com a seleção brasileira.

Com contrato até 23 de maio de 2016, o atacante não descartou uma transferência, caso surja uma proposta para deixar o Atlético.

“Eu estou aqui. Tenho contrato, Tenho que fazer o meu trabalho. Sabemos como é o futebol. Pode ter uma chance de sair. Eu ainda penso no Atlético. Tudo que conquistei foi aqui. Tenho a chance de voltar a fazer gols. Tem a chance de sair, mas tenho que pensar agora no Atlético Mineiro”, concluiu.  

Leia tudo sobre: joarrependidochancenovaatletico