Câmara dos EUA aprova projeto contra ações de Obama sobre imigrantes

Texto obteve 236 votos a favor e 191 contrários na Câmara, que é dominada pela oposição republicana; medidas fazem parte do projeto de orçamento de US$ 39,7 bilhões do Departamento de Segurança Nacional

iG Minas Gerais | Folhapress |

Câmara dos EUA aprova projeto contra ações de Obama sobre imigrantes
AFP
Câmara dos EUA aprova projeto contra ações de Obama sobre imigrantes

A Câmara dos Deputados americana aprovou nesta quarta-feira (14) um projeto de lei para reverter as ações executivas, anunciadas em novembro pelo presidente Barack Obama, que aliviaram a situação de cerca de 5 milhões de imigrantes ilegais nos EUA.

O texto obteve 236 votos a favor e 191 contrários na Câmara, que é dominada pela oposição republicana. As medidas de Obama fazem parte do projeto de orçamento de US$ 39,7 bilhões do Departamento de Segurança Nacional.

Agora, o projeto de lei ainda tem que passar pelo Senado -hoje também de maioria republicana. No entanto, se for aprovado na câmara alta, ele deve ser vetado pelo presidente. A oposição acusa Obama de ter realizado uma manobra "inconstitucional" para fazer avançar o tema da imigração, depois que a reforma migratória estancou no Congresso.

As ações executivas de Obama, que se assemelham aos decretos presidenciais no Brasil, determinam que quem mora há mais de cinco anos nos EUA e tem filho que seja cidadão americano ou residente legal poderá ter permissão de trabalho e estará, temporariamente, livre da deportação.

O projeto aprovado na Câmara nesta quarta também tenta reverter um programa anterior, que prevê a concessão de vistos de trabalho e proteção contra a deportação a mais de 600 mil imigrantes que chegaram aos Estados Unidos ainda crianças.

Leia tudo sobre: OBAMA; SENADO; CÂMARA