Em nota, Itamaraty repudia ataques na Nigéria

Na nota, o governo brasileiro, aliado do nigeriano, afirma que o ataque da milícia deixou "saldo de mais de 2.000 vítimas" -oficialmente, o governo do país africano admite um número menor, de 150 mortos

iG Minas Gerais | Folhapress |

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota de repúdio aos ataques da milícia radical islâmica Boko Haram à cidade de Baga, na região nordeste da Nigéria.

Na nota, o governo brasileiro, aliado do nigeriano, afirma que o ataque da milícia deixou "saldo de mais de 2.000 vítimas" -oficialmente, o governo do país africano admite um número menor, de 150 mortos.

O Boko Haram, cujo nome significa "a educação ocidental é pecado" em tradução livre da língua hausa, luta para instaurar um Estado islâmico na Nigéria. A milícia controla cerca de 20% do território do norte do país. Estima-se que tenha matado mais de 12 mil pessoas nos últimos cinco anos.

Leia abaixo a íntegra da nota do Itamaraty:

"O governo brasileiro tem acompanhado com profunda preocupação os atos de violência que vêm ocorrendo na Nigéria e condena o ataque à cidade de Baga, na região nordeste do país, entre 3 e 7 de janeiro, o qual deixou saldo de mais de 2.000 vítimas.

Ao transmitir seus sentimentos de pesar aos familiares das vítimas, o governo brasileiro reitera seu repúdio, nos mais fortes termos, a todo e qualquer ato de terrorismo e manifesta a solidariedade fraterna do povo brasileiro ao povo irmão e ao governo da Nigéria."

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave