Aposentado que tirou a roupa recebe atrasados do governo

Aparte mostrou ontem a situação de Manoel Dalmy, que cobrava aluguéis de outubro a dezembro

iG Minas Gerais | Do Aparte |

O aposentado que tirou a roupa no final do ano passado para protestar contra a falta de pagamentos por parte do governo do Estado enfim recebeu os atrasados do aluguel de um imóvel da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri.  No dia 30 de dezembro, Manoel Dalmy ficou só de cueca na Cidade Administrativa e empunhou um cartaz criticando o então governador Alberto Pinto Coelho (PP). Com a mudança de governo, ele afirmou ao Aparte na terça-feira que não conseguia mais nem entrar na sede do governo. Por ter ficado conhecido, era barrado já na portaria. Ontem, porém, após a publicação da nota pela coluna, ele enfim recebeu os três meses atrasados (outubro, novembro e dezembro). Após o acordo, ele mudou o tom e é só elogios ao governo. "Este governo não tem nada a ver com isso. O atraso é do governo passado. O governador Fernando Pimentel resolveu o problema. Eu inclusive já havia o recebido durante a campanha lá em Teófilo Otoni, e até apareço na propaganda", afirmou após a quitação. Manoel Dalmy diz ainda que vai manter o contrato de aluguel, já que precisa do dinheiro, e também pelo fato de ter tido a situação regularizada pela gestão atual.

Leia tudo sobre: fornecedortirou a roupaaposentadogoverno de minas