Presidente sírio critica a 'miopia ocidental' nos atentados em Paris

"Devemos recordar a muita gente no Ocidente que nós alertamos desde o início da crise na Síria sobre o fato de que esses incidentes eram previsíveis", disse Al Assad

iG Minas Gerais | AFP |

Associated Press
undefined

O presidente sírio Bashar al Assad criticou nesta quarta-feira o Ocidente por 'seu apoio ao terrorismo' e 'sua miopia' em relação à crise síria, em sua primeira reação aos atentados jihadistas da semana passada na França.

Os ataques contra a Charlie Hebdo e um supermercado judeu em Paris "demonstram que a política europeia é criticável pelo que acontece em nossa região, na França recentemente e, talvez, no passado, em outros países", afirmou Al Assad em uma entrevista ao jornal tcheco Literani Noviny.

"Devemos recordar a muita gente no Ocidente que nós alertamos desde o início da crise na Síria sobre o fato de que esses incidentes eram previsíveis", acrescentou Al Assad na entrevista, que teve trechos difundidos pela agência oficial síria Sana.

"Nós dissemos: não devem apoiar o terrorismo ou dar cobertura política, caso contrário isso terá um impacto em seus países e seus povos", afirmou.

"O que aconteceu na França mostra que tínhamos razão", acrescentou, criticando os políticos ocidentais que apoiaram a oposição de "míopes e de mente estreita".

Há quatro anos a França exige que Assad deixe o poder.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave