MPF deve denunciar Collor no início de fevereiro, diz jornal

Polícia Federal apreendeu comprovantes de depósitos direcionados para o senador no escritório de Youssef; documentos somam quantia de R$50 mil

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

FREITAS/AGÊNCIA SENADO
undefined

O ex-presidente da República e senador Fernando Collor de Mello (PTB - AL) deve ser denunciado pelo Ministério Público Federal até o início de fevereiro, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

Ainda de acordo com jornal, os investigadores consideram já serem suficientes o material recolhido para fazer o que se chama de "denúncia direta"

Durante busca no escritório do doleiro Alberto Youssef no ano passado, a Polícia Federal encontrou oito comprovantes de depósitos para Collor, somando uma quantia de R$50 mil. O dinheiro foi depositado em espécie nos dias 2 e 3 de maio de 2013. 

Na época que as acusações se tornaram públicas, senador chegou a negar ter algum tipo de relacionamento com o doleiro, mas não deu detalhes sobre de onde seriam os comprovantes encontrados.

Os documentos apreendidos no escritório de Youssef foram encaminhados para o Supremo Tribunal Federal (STF). E, depois, enviados para a Procuradoria-Geral da República que colocou a investigação em andamento.