Com saída de Goulart, Júlio Baptista evita falar de titularidade

Meia-atacante tem sido cotado para substituir Ricardo Goulart na equipe cruzeirense

iG Minas Gerais | Lohanna Lima |

Camisa 10 celeste não empolgou o treinador em sua estreia
Washington Alves/VIPCOMM
Camisa 10 celeste não empolgou o treinador em sua estreia

Com a negociação relâmpago que terminou com a transferência do meia-atacante Ricardo Goulart  para o futebol chinês, muito se especula sobre quem ocupará a vaga do jogador na equipe cruzeirense. Júlio Baptista, que para alguns críticos ainda não justificou o investimento feito pela diretoria, tem sido apontado como o provável suplente imediato, enquanto o clube não anuncia nenhuma contratação. Entretanto, o atleta prefere não interferir na decisão do técnico Marcelo Oliveira.

“Não convém a mim, convém a ele (Marcelo) escolher quem poderá atuar. Pela lógica, chegou um centroavante, o Damião, que pode fazer função do Moreno. Na troca do Goulart, era eu quem fazia. Espero ter minha oportunidade de poder ajudar, jogar, ter sequência para ostra meu futebol, poder ajudar o Cruzeiro. Há outras opções para essas trocas também”, analisa Júlio Baptista.

Sobre a rápida saída de Goulart – a proposta chinesa tornou-se pública no domingo e a concretização do negócio se deu nessa segunda-feira-, o meia atacante entende como uma consequência normal do esporte. “Futebol é assim, muito dinâmico. Às vezes atletas que nunca vão sair recebem propostas irrecusáveis para o clube, que acaba fazendo a opção em vender. É oportuno. Acho que Cruzeiro tem grandes jogadores para repor e compor elenco”, concluiu. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave