Jornal britânico diz que Brasil sofre 'epidemia de cesarianas'

Jornal diz que Brasil está no meio de uma 'epidemia de cesarianas' e a 'culpa' seria da preocupação das mulheres em manter a sua vida sexual pós-parto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reprodução
undefined

O Brasil está no meio de uma 'epidemia de cesarianas' e a 'culpa' seria da preocupação das mulheres em manter a sua vida sexual pós-parto. A informação é de uma reportagem do jornal britânico 'The Telegraph'. Segundo o texto, assinado por Daisy Buchanan e publicado nesta terça-feira (13), o número de bebês que nascem de cesariana está em um momento de alta de 52%, sendo que 84% dos partos realizados em unidades privadas são cesarianas.

"A mulher brasileira está preocupada com sua sexualidade e os temores de que o parto irão alterar o períneo, o que é um mito", disse a diretora da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia Vera Fonseca à publicação.

No Reino Unido, as cesarianas sempre foram uma decisão clínica, até que a lei mudou em 2013 e os pacientes foram autorizados a decidir que tipo de parto queriam. Segundo a publicação, os números por lá também cresceram após essa mudança na lei.

Para ler o material na íntegra, clique aqui

Leia tudo sobre: cesarianapartoartigoimprensa