Entrada de imigrantes ilegais na UE cresceu 138% em 2014

Ao menos 276 mil pessoas entraram de forma irregular, desses, 207 mil utilizaram barcos, que passam pelo mediterrâneo

iG Minas Gerais | AFP |

Ao menos 276 mil imigrantes ilegais entraram na União Europeia em 2014, um número 138% maior do que o registrado no ano anterior, informou nesta terça-feira o comissário europeu de Imigração, Dimitris Avramopulos.

Deste total, 207 mil entraram pelo "Mediterrâneo de forma irregular", destacou o comissário em um debate no Parlamento Europeu sobre os recentes dramas dos barcos carregados com centenas de imigrantes ilegais abandonados à deriva nas costas europeias.

Desde setembro, "mais de 12 destes barcos chegaram à Europa", o que demonstra que "os traficantes encontraram novas rotas e empregam novos métodos", afirmou o comissário.

"Os conflitos em nosso entorno geram um fluxo constante de refugiados na Europa" que "continuará se a UE não adotar uma ação decisiva e coordenada", explicou.

É necessário que a UE reforce a obtenção de informações sobre as atividades dos traficantes e que torne "mais eficazes seus instrumentos legais".

Leia tudo sobre: UE; Imigrantes