Inhotim muda dia gratuito e aumenta valor do ingresso para R$ 40

Também foi anunciada uma mudança no dia de entrada gratuita do Inhotim, que passou de terça para quarta, para facilitar manutenção de galerias

iG Minas Gerais | AFP |

Inhotim adia mais uma vez pavilhões de Claudia Andujar e Olafur Eliasson
Divulgação
Inhotim adia mais uma vez pavilhões de Claudia Andujar e Olafur Eliasson
Depois de adiar a abertura de novos pavilhões dedicados à obra dos artistas Claudia Andujar e Olafur Eliasson, o Instituto Inhotim, museu de arte contemporânea a céu aberto no interior de Minas Gerais, anunciou um aumento dos ingressos, que foram de R$ 20 para R$ 25 às terças e quintas e de R$ 30 para R$ 40 às sextas, sábados e domingos.   De acordo com o museu, a expansão do espaço expositivo, que foi de 45 hectares quando o Inhotim abriu em 2006 para os atuais 140 hectares, fez com que a "sustentabilidade econômica se tornasse um grande desafio para a instituição".   Com o aumento, este que é um dos maiores museus privados do país, com obras de grandes estrelas das artes visuais, como Matthew Barney, Doug Aitken, Lygia Pape, Cildo Meireles, Tunga, entre outros, passa a ser o museu com entrada mais cara do país.   Também foi anunciada uma mudança no dia de entrada gratuita do Inhotim, que passou de terça para quarta, o que, segundo o museu, facilita a manutenção de suas galerias.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave