Nota de concluintes do ensino médio em redação do Enem cai 9,7%

Se analisadas apenas as questões objetivas, no entanto, houve ligeira melhora entre as duas edições

iG Minas Gerais | Folhapress |

O desempenho dos concluintes do ensino médio na redação do Enem caiu entre as edições de 2013 e 2014. Há dois anos, a nota média desses estudantes na prova foi de 521,2 pontos - a nota máxima é 1.000. Em 2014, a média foi de 470,8. Se analisadas apenas as questões objetivas, no entanto, houve ligeira melhora entre as duas edições. No ano passado, a média dos estudantes nas quatro provas objetivas foi de 502,9 pontos. Em 2013, a nota foi de 497,8. A comparação considera as questões de ciências humanas, ciências naturais, linguagens e matemática. Nesses casos, a metodologia aplicada é a chamada TRI (Teoria de Resposta ao Item), que permite a elaboração de provas diferentes com o mesmo grau de dificuldade. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (13) pelo Ministério da Educação. As notas individuais no Enem 2014 devem estar disponíveis em site específico na noite desta terça-feira (13). Na avaliação do ministro Cid Gomes (Educação), houve queda do desempenho em matemática (7,3%) e na redação, além de melhoria no desempenho em ciências da natureza. Nas outras duas provas objetivas, humanas e linguagens, o aumento do desempenho está dentro da "margem de erro", avaliou (2,3%e 3,9%, respectivamente). Chico Soares, presidente do Inep (órgão do MEC responsável pelo Enem), ponderou que a comparação entre as redações deve ser feita com cautela, uma vez que os temas aplicados variam de um ano para outro. Em 2013, o texto estava associado à lei seca. No ano passado, à publicidade infantil. "Estou comparando duas coisas que não são completamente comparáveis. Temos um tema diferente em dois anos diferentes", disse Soares. Ele lembrou ainda que entre um ano e outro houve aumento do número de concluintes participantes - cerca de 100 mil a mais em 2014. Ao todo, no ano passado, foram 1,4 milhão de concluintes do ensino médio no Enem 2014.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave