Fifa revela que encontrou pedaço da Taça Jules Rimet em porão da sede

David Ausseil, diretor do museu da entidade, acreditava que a peça estava perdida no Brasil

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mauro ergue a Jules Rimet no estádio Nacional, em Santiago: Brasil 3 a 1 na Tchecoslováquia
Arquivo/AE
Mauro ergue a Jules Rimet no estádio Nacional, em Santiago: Brasil 3 a 1 na Tchecoslováquia

A Fifa confirmou nesta terça-feira, que encontrou um pedaço da Taça Jules Rimet, que premiou os campeões da Copa do Mundo até 1970. O objeto estava no porão da sede da  entidade, em Zurique, na Suíça, e continha o nome do Uruguai e da Itália, campeões dos Mundiais entre 1930 e 1950.

De acordo com David Ausseil, diretor do museu da Fifa, o objeto seria a base original do troféu, que foi substituída em 1954, para caber o nome dos novos campeões do torneio.

"Acredito que nenhum presidente da Fifa viu isso desde o próprio Jules Rimet", disse Ausseil à BBC de Londres.

A Taça Jules Rimet foi dada a seleção brasileira em 1970, após a conquista do terceiro título da Copa do Mundo, porém foi roubada em 1983 e nunca mais encontrada. Desde o Mundial de 1974, o campeão ergue o troféu em formato de globo, que foi criado pelo escultor italiano Silvio Gazzaniga. 

"Nós pensamos que a base foi perdida no Brasil. É como encontrar uma múmia egípcia. Você não pode colocar um preço sobre isso porque é uma joia de família”, ressaltou o diretor da Fifa, em entrevista à Associated Press.

Segundo a BBC, a peça octagonal tem 10 centímetros de altura e ficará exposta  no museu da Fifa, com abertura prevista para março de 2016.

Leia tudo sobre: taça jules rimetbrasilfifaroubopeça