Tribunal anula condenação contra ex-presidente egípcio Hosni Mubarak

Atualmente, o político de 86 anos cumpre pena num hospital militar no Cairo, já que está com a saúde debilitada

iG Minas Gerais | Folhapress |

Ex-presidente Hosni Mubarak acena de dentro da cela durante julgamento, no Cairo, em maio de 2014
AFP PHOTO / HASSAN MOHAMED
Ex-presidente Hosni Mubarak acena de dentro da cela durante julgamento, no Cairo, em maio de 2014

O ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, de 86 anos, teve sua única condenação anulada e passará por novo julgamento. Nesta terça-feira (13), um Tribunal de Cassação anulou uma condenação que o sentenciava a três anos de prisão num caso de desvios de recursos públicos para obras no palácio presidencial e para aumento das propriedades de sua família.

Seus dois filhos, Alaa e Gamal, também foram condenados a quatro anos de prisão cada um no mesmo processo. Nenhuma condenação incide agora sobre o ex-presidente, o que pode abrir caminho para que ele seja liberado.

Atualmente, o político de 86 anos cumpre pena num hospital militar no Cairo, já que está com a saúde debilitada.

Nenhuma fonte judicial, entretanto, esclareceu se Mubarak será de fato solto. Em novembro de 2014, um tribunal já havia absolvido Mubarak pela morte de manifestantes em 2011, depois de anular sentença que o condenava à prisão perpétua.

Após 30 anos no poder, Mubarak renunciou ao cargo em 2011, quando o país era tomado por protestos que exigiam sua saída, em meio à Primavera Árabe.