Cada parlamentar custa R$ 151 mil por mês ao país

Poder Legislativo vai gastar mais de R$ 1 bilhão por ano com salários e benefícios de congressistas

iG Minas Gerais |

Congresso vai gastar R$ 93 milhões só com o reajuste salarial
LUISMACEDO / CÂMARA DOS DEPUTADOS 25/03/2014
Congresso vai gastar R$ 93 milhões só com o reajuste salarial

BRASÍLIA. Quando o novo Congresso tomar posse no início de fevereiro, cada um dos 594 parlamentares – 513 deputados federais e 81 senadores – vai passar a custar R$ 151 mil por mês aos cofres públicos. Ao longo do ano, o poder Legislativo vai gastar mais de R$ 1 bilhão com os vencimentos e os principais benefícios recebidos por cada um dos deputados e senadores.

Levantamento feito pelo jornal “Folha de S.Paulo” leva em consideração as principais vantagens que têm os valores divulgados por Câmara e Senado, como salários, auxílio-moradia, ajudas de custo para a mudança do parlamentar para a capital federal, além passagens aéreas e verbas para os gabinetes, entre outras.

O custo de cada parlamentar aumentou após o reajuste de 26% que os congressistas se concederam em dezembro, no fim das atividades de 2014. Os salários, antes do aumento, eram de R$ 26,7 mil por deputado ou senador. A atualização dos vencimentos terá um impacto de quase R$ 93 milhões por ano na folha de pagamento do poder Legislativo.

Na prática, as despesas com cada congressista são ainda maiores, uma vez que alguns repasses feitos não têm valores divulgados ou são de difícil mensuração, como despesas médicas, cota gráfica e manutenção dos apartamentos funcionais.

Na Câmara, além do salário de R$ 33,7 mil, os deputados têm direito a auxílio-moradia de R$ 3.800, cota para atividade parlamentar entre R$ 27,9 mil e R$ 41,6 mil (de acordo com o Estado do parlamentar), mais verba de gabinete de R$ 78 mil.

Cada deputado pode contratar até 25 funcionários, cargos de indicação política com salários que vão de R$ 845,00 até R$ 12.940,00.

No Senado, cada congressista pode contratar até 55 funcionários no total, com verba de gabinete média de R$ 80 mil. Os senadores também recebem um cotão que varia entre R$ 21 mil e R$ 44 mil para os gastos nos escritórios.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave