Argentina suspende transferência de fundos do HSBC ao exterior

Entidade declara que banco apresenta "sérias irregularidades" no processamento de dados referidos a operações

iG Minas Gerais | AFP |

O Banco Central da República Argentina (BCRA) suspendeu nesta segunda-feira a operação de transferência de fundos ao exterior do banco britânico HSBC, denunciado pelo governo por encobrir contas de argentinos suspeitos de evasão fiscal na Suíça.

"O BCRA resolveu suspender temporariamente as operações de transferência ao exterior de divisas e títulos do HSBC Bank Argentina S.A. por um prazo de 30 dias", informou a entidade em um comunicado.

"O prazo de suspensão pode ser menor se o banco adotar as medidas corretivas necessárias em matéria de sistemas de informática que garantam a integridade dos registros das operações mencionadas".

Segundo o comunicado, a sucursal do HSBC apresenta "sérias irregularidades" no processamento de dados referidos a operações de transferência ao exterior.

O governo argentino apresentou no final de novembro uma denúncia penal contra o banco britânico por atuar "como administrador" de aproximadamente 4.000 contas de argentinos que sonegavam impostos mandando seu dinheiro na filial de Suíça.

O processo judicial se baseou no relatório de um órgão fiscal francês, com dados de pouco mais 4.000 possíveis sonegadores argentinos com contas no HSBC da Suíça.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave