Novo Mustang causa frisson no Salão de Detroit

O veículo traz inovações em aerodinâmica, engenharia de chassi e redução de 59 kg em seu peso em relação ao modelo Shelby GT350 Track Pack

iG Minas Gerais | Aline Reskalla |

Infiniti Q60 concept no Salão de Detroit 2015
Newspress/Divulgação
Infiniti Q60 concept no Salão de Detroit 2015

A Ford causou frisson no Salão de Detroit com o lançamento do novo Mustang Shelby GT350R, concebido para circulas nas ruas, mas com características de um veículo de competição. O veículo traz inovações em aerodinâmica, engenharia de chassi e redução de 59 kg em seu peso em relação ao modelo Shelby GT350 Track Pack. Apenas no primeiro item, as inovações são: capô com nova entrada de ar, um difusor de ar arrojado, para-choque de ar dianteiro com entradas para resfriamento dos freios e alertas antiturbulência, além de asa em fibra de carbono e saias laterais. Tem motor V8 aspirado, o mais potente já feito pela Ford, com 500 cavalos de potência e 55,27 mkgf de torque com transmissão de seis marchas manual de fábrica e com diferencial de derrapagem limitada da Torsen com eixo de proporção de 3.73.  As rodas são de 19 polegadas de carbono. É a primeira vez que uma marca usa o componente em uma produção em série. A estratégia de reduzir o peso foi ousada, pois contou com a eliminação do ar condicionado, sistema de som, bancos traseiros, acabamento do porta-malas e os carpetes, assim como a câmera de ré, o selador de furos de emergência de pneus e o inflador. Também foram tiradas as câmaras de ressonância do escapamento. O modelo conta ainda com opção do pacote “Electronic Package”, que prevê ar-condicionado de duas zonas, tela de oito polegadas com sistema de navegação, sistema de áudio com sete falantes e luzes de mudança de direção nos retrovisores externos.

Leia tudo sobre: Salão de DetroitCarrosFordMustang