Novo cupê da Mercedes tem características off-road

O novo utilitário apresenta motor 5.5 litros V8 biturbo de 585 cavalos de potência e 77,5 mkgf de torque, com tração nas quatro rodas

iG Minas Gerais | Aline Reskalla |

Infiniti Q60 concept no Salão de Detroit 2015
Newspress/Divulgação
Infiniti Q60 concept no Salão de Detroit 2015

Com as apostas voltadas para o que considera o ano das SUVs, a Mercedes-Benz apresentou no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, detalhes do novo GLE Coupe, utilitário que chega ao mercado nos próximos meses para concorrer com o BMW X6. Nas palavras do diretor de Mercado e Marketing da montadora, Ola Kallenius, o modelo é um "cupê esportivo com gene de SUV". Isso significa que ele foi concebido inicialmente como cupê, mas o projeto acabou ganhando características off-road para "encorpar" o modelo, lançado nas versões 63S e 450 AMG. O novo utilitário apresenta motor 5.5 litros V8 biturbo de 585 cavalos de potência e 77,5 mkgf de torque, com tração nas quatro rodas. A aceleração vai de zero a 100 km/h em 4,2 segundos, segundo o fabricante. No GLE Coupe, cabem 1.650 litros de bagagem, volume recorde no segmento cupê. O design segue a tendência atual da Mercedes, com grade frontal cortada por uma barra que abriga a cobiçada estrela. "Olhando para a concorrência, o modelo é um predador, uma fera", disse Kallenius. A montadora não informou o preço, mas seu principal concorrente, a BMW X6 2015, custa a partir de R$ 475 mil. O diretor informou que o modelo deve desembarcar no Brasil ainda em 2015. Os bancos têm sistema de aquecimento e detalhes em fibra de carbono e preto "Black Piano". Os pedais são de aço inoxidável, com o logo da AMG bordado nos tapetes. A Mercedes- AMG GLE 63s Coupe ainda conta com a nova transmissão automática de nove velocidades 9G-Tronic, a não ser pela versão mais apimentada, desenvolvida em parceria com a AMG, que será a única a contar com o câmbio automático de sete velocidades 7G-Tronic. A montadora alemã também apresentou em Detroit o C-350 Plug-in Hibrid. Como o próprio nome diz, o modelo pode ser carregado tanto por combustível fóssel como em tomadas.  Essa, alias, é uma tendência dos ultimos anos que se consolida de forma agressiva em 2015, como sinalizam as montadoras no salão. No Brasil, porém, essa é uma realidade ainda um pouco distante. O C-350 combina motor V6 a combustão de quatro cilindros a gasolina, que entrega 208 cv e 35,59 mkgf de torque, com outro bloco elétrico de 80 cv. Oferece 275 cv e 61,08 mkgf de torque na potência combinada. O sedã tem transmissão automática de sete velocidades e tração traseira, além de chegar a 100 km/h em 5,9 segundos.

Já a BMW trouxe para Detroit a nova versão da linha Série 6, que foi repaginada tanto na versão convencional como na esportiva. Os modelos vêm com motorização que começa em 3.0 biturbo, com cerca de 320 cavalos de potência, a V8 de 4.4 litros, com 560 cavalos.

A Alpha Romeo apresentou nesta segunda-feira o 4C Spider,  um conversível que conserva as características do cupê 4C, incluindo a motorização, e tem bloco 1.75 turbo de quatro cilindros. São 237 cavalos de potência e 35,7 mkgf de torque, ligados a uma transmissão de embreagem dupla com troca de marchas  no volante. O modelo vai de 0 a 96 km/h em 4,1 segundos e alcança uma velocidade de 258 km/h.

Leia tudo sobre: Mercedes-BenzSalão de Detroitcarros