Mais de 50 atos antimuçulmanos na França desde atentado contra Charlie

desde quarta-feira (7) passada foram contabilizadas 21 ações (disparos, lançamentos de granadas, etc) e 33 ameaças (cartas, insultos, etc)

iG Minas Gerais | AFP |

Muçulmanos oram por vítimas de atentado à Charlie Hebdo, ao meio dia, em Bangladesh
HASAN RAJA/AFP
Muçulmanos oram por vítimas de atentado à Charlie Hebdo, ao meio dia, em Bangladesh

Mais de 50 atos antimuçulmanos foram registrados na França desde o atentado jihadista contra a revista Charlie Hebdo, anunciou nesta segunda-feira o Observatório contra a Islamofobia do Conselho Francês de Culto Muçulmano (CFCM), que pediu ao Estado que reforce a vigilância das mesquitas.

Segundo o presidente deste órgão, Abdullah Zekri, que cita dados do Ministério do Interior, desde quarta-feira (7) passada foram contabilizadas 21 ações (disparos, lançamentos de granadas, etc) e 33 ameaças (cartas, insultos, etc).

Esta contagem é parcial, destacou Zekri, que se declarou escandalizado com o número de agressões, "algo jamais visto em menos de uma semana", segundo ele.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave