Seis pessoas morrem afogadas no fim de semana em Minas Gerais

Outros dois jovens estão desaparecidos e os bombeiros fazem buscas para encontra-los

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

O período de férias aliado aos dias quentes em Minas Gerais nos últimos dias leva muitas pessoas a procurarem cachoeiras, rios e represas para se refrescar, no entanto isso aumenta também os riscos de afogamentos. Somente neste fim de semana pelo menos seis pessoas morreram afogadas no Estado e outras duas estão desaparecidas.

Dos seis mortos, cinco eram homens e uma mulher. Um dos casos mais graves aconteceu no último sábado (10) em Januária, no Norte de Minas, onde os irmãos de 34 e 35 anos pularam no rio Pandeiros para salvar o sobrinho de 4 anos, no entanto os homens se afogaram e morreram. A criança foi salva por populares.

Também no sábado uma adolescente de 15 anos se afogou em morreu em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, depois de cair de um jet-ski, conduzido por outra adolescente, Ela estava sem colete salva-vidas. No mesmo dia, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, um adolescente de 14 anos também foi encontrado morto depois de se afogar enquanto nadava no rio Doce.

Já em Ubaporanga, no Leste de Minas, um pescador de 48 anos morreu depois de decidir nadar no Córrego Campinhos, após uma pesca, durante a noite de sexta-feira (9). O corpo do homem só foi encontrado no sábado.

No domingo (11) mais duas mortes. Um homem de 36 anos desapareceu próximo a Barragem São Gregório, na Fazenda do Naldo, em Brasília de Minas, no Norte do Estado, e seu corpo foi encontrado as margens da barragem. Ainda não se sabe como ele se afogou, se caiu ou se resolveu nadar no local. 

Desaparecidos

Outros dois jovens estão desaparecidos depois de se afogarem e os Bombeiros fazem buscas para encontrá-los. Em Frutal, no Norte de Minas Gerais, um jovem de 20 anos se afogou enquanto nadava no rio Planura e está desaparecido. Outro jovem de 23 anos também está desaparecido depois de entrar na Lagoa Santa Cruz, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave