Mulher é chamada de 'vagabunda' por telefone e mata 'rival' em bar

Mesmo sem saber se vítima era responsável pelo trote, suspeita a agrediu com uma facada no tórax; mulheres tinham discutida momentos antes do crime

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma dona de casa de 50 anos foi presa após assassinar uma mulher de 39, nesse domingo (11), em Lavras, no Sul de Minas. O homicídio aconteceu em um bar depois que a suspeita foi chamada de “vagabunda” por telefone.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, Cristiane Souza Amaro estava no estabelecimento, localizado na rua Otávio de Souza Filho, na Vila Murad, com o marido quando começou a ser ofendida pela agressora.

A vítima não teria respondido, mas riu da situação. O marido da suspeita também estava no bar e conseguiu levar a companheira para casa. No entanto, a mulher voltou ao comércio e desferiu um golpe no tórax de Cristiane. A mulher chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento.

Após o crime, a criminosa fugiu, mas foi localizada minutos depois. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, na delegacia, a suspeita disse que, depois da primeira discussão, ela foi para casa. Ao chegar no imóvel, ela teria recebido uma ligação de uma mulher a chamando de “vagabunda”.

Mesmo sem saber quem passou o trote, ela retornou ao bar e agrediu Cristiane. O corpo da vítima deve ser sepultado nesta segunda-feira (12).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave