Um dos autores dos atentados tinha um cúmplice, diz líder francês

Primeiro-ministro, Manuel Valls, declarou nesta segunda-feira (12) que Amedy Coulibaly recebeu ajuda de outra pessoa

iG Minas Gerais | AFP |

Reprodução
"Eu me reporto ao califa dos muçulmanos Abu Bakr al-Baghdadi, o califa Ibrahim", afirma o suposto Coulibaly, que está vestido com um traje muçulmano

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, declarou nesta segunda-feira (12) que um dos três autores dos atentados da semana passada na França tinha, sem dúvidas, um cúmplice, e afirmou que as operações de busca prosseguirão.

Amedy Coulibaly, que matou uma policial ao sul de Paris na última quinta-feira (8) e quatro judeus em uma tomada de reféns na sexta-feira (9) no leste da capital, recebeu provavelmente ajuda de alguém, disse Valls, prometendo que as buscas prosseguirão.

Coulibaly morreu durante o ataque ao supermercado pelas forças de segurança.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave