Morador de rua é assassinado com facada no pescoço na praça Sete

Vítima e suspeito se desentenderam, por motivos desconhecidos, no viaduto Santa Tereza

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas / Carolina Caetano |

Um morador de rua não identificado foi esfaqueado no pescoço e morreu, na noite desse domingo (11), na praça Sete, no centro de Belo Horizonte. O homicídio teria acontecido após uma briga entre a vítima e um outro andarilho.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o crime aconteceu no quarteirão da rua Rio de Janeiro. Segundo alguns populares, a vítima, de aproximadamente 30 anos, teria se envolvido em uma briga no viaduto Santa Tereza.

De lá, ele correu e foi para a praça Sete. O homem foi perseguido pelo suspeito, que, também conforme denúncias, seria conhecido da região pelos apelidos de “Dedé” e “Baiano”.

Após o crime, outros moradores de rua chegaram a agredir o bandido, que tem aproximadamente 60 anos. Ele conseguiu escapar e fugir pela avenida Amazonas, no sentido praça Raul Soares.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Reclamação

Nas proximidades onde aconteceu o homicídio, um encontro do movimento negro era realizado e foi interrompido, após o assassinato. Integrantes do evento reclamam da falta de policiamento.

No entanto, conforme o tenente-coronel Gedir Rocha, responsável pelo 1º Batalhão, existe uma equipe de militares específica para a praça Sete. Os militares são responsáveis pelos quatro quarteirões da área.

No momento do assassinato, na rua Rio de Janeiro, eles faziam patrulhamento em outro quarteirão.

Atualizada às 07h do dia 12/01/2014

Leia tudo sobre: facadapescoço