Jornal alemão que reproduziu charges do Charlie Hedbo é atacado

Segundo a polícia local, pedras e uma bomba foram atiradas nas janelas da redação do jornal. Não houve feridos, e o fogo foi controlado rapidamente

iG Minas Gerais | AGÊNCIA BRASIL |

Frase
MATTHIEU ALEXANDRE / AFP
Frase "Paris é Charlie" é projetada no Arco do Triunfo

A sede do jornal alemão Hamburger Morgenpost foi atacada hoje (11), na cidade de Hamburgo. A publicação reproduziu caricaturas do profeta Maomé feitas pelo Charlie Hebdo, um dia após ao atentado no jornal francês.

Segundo a polícia local, pedras e uma bomba foram atiradas nas janelas da redação do jornal. Não houve feridos, e o fogo foi controlado rapidamente.

Após os ataques na França, o governo alemão aumentou a vigilância nas fronteiras e aeroportos do país. O Ministério Público alemão anunciou neste domingo a prisão de um homem suspeito pertencer ao Estado Islâmico.

De acordo com o Ministério Píblico alemão, o suspeito tem 24 anos, viajou para a Síria em outubro de 2013 e retornou à Alemanha no final do ano passado. Segundo o órgão, a prisão não está relacionada aos ataques ao Charlie Hebdo. As autoridades informaram que não há provas de que o suspeito plenejava realizar ataques terroristas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave