R$ 10 milhões faturados

iG Minas Gerais |

Em dois anos, o Mineirão recebeu 76 jogos, em sua maioria do Cruzeiro, além de dez das Copas do Mundo e das Confederações, alguns shows internacionais e eventos privados. Levantamento da reportagem nos borderôs das partidas mostra que, em dois anos, a empresa faturou R$ 10,7 milhões comercializando ingressos de suas cadeiras e camarotes.

Os meios de receita da Minas Arena, por sua vez, não se restringem à bilheteria. Ela também explora áreas de estacionamento, bares, restaurantes, camarotes e naming rights. Este último, no entanto, ainda não foi negociado.

Quando a empresa tem uma boa receita operacional, o Estado diminui o pagamento público devido, o que, por enquanto, não está acontecendo.

Em nota, a antiga Secretaria de Estado de Turismo e Esportes (Setes) se diz satisfeita com o andamento da parceria público-privada. “Muito positivo, considerando que o Estado não fez desembolsos ao longo da obra (e ainda vai diluir as despesas da modernização ao longo de 25 anos) e o novo Mineirão, juntamente com o futebol e o povo mineiro, tiveram diversas conquistas. Não podemos esquecer também que o Mineirão foi considerado, em pesquisa do Ministério do Turismo, o melhor estádio da Copa”, informou o governo. (TN)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave