Parlamento Europeu presta homenagem aos no atentado ao Charlie Hebdo

Na sessão de abertura, o presidente do hemiciclo europeu, Martin Schulz, falará sobre os ataques terroristas em Paris, seguindo-se um minuto de silêncio

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Equipe da Charlie Hebdo realizou uma reunião nesta quinta-feira (8) para falar sobre o futuro da publicação
Equipe da Charlie Hebdo realizou uma reunião nesta quinta-feira (8) para falar sobre o futuro da publicação

Na primeira sessão plenária do Parlamento Europeu deste ano começa, na segunda-feira (12), em Estrasburgo, os eurodeputados vão homenagear os 12 mortos no atentado contra o semanário satírico francês Charlie Hebdo.

Na sessão de abertura, o presidente do hemiciclo europeu, Martin Schulz, falará sobre os ataques terroristas em Paris, seguindo-se um minuto de silêncio.

A questão do combate ao terrorismo voltará à discussão no dia seguinte (13), no primeiro debate do novo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, com os eurodeputados e contará ainda com a presença do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Os eurodeputados vão também debater com a Comissão Europeia e o Conselho da União Europeia as medidas previstas para o reforço da luta contra a criminalidade organizada e a corrupção no espaço europeu.

Na terça-feira será assinalado o 70º aniversário da libertação do campo de concentração e extermínio nazista de Auschwitz-Birkenau, em janeiro de 1945, onde morreram cerca de 1,1 milhão de pessoas.

Na agenda da sessão plenária, que termina na quinta-feira, consta ainda a votação de um relatório do eurodeputado João Ferreira (PCP) que recomenda a aprovação de um novo protocolo ao acordo de pesca entre a União Europeia (UE) e São Tomé e Príncipe, que autoriza 34 navios de Espanha, França e Portugal a pescar nas águas deste país.

Leia tudo sobre: charlie hebdoterrorismoparisfrançaatentado