Polícia prende quadrilhas que cometiam crimes digitais

Ao todo 19 mandatos de busca, prisão e apreensão de adolescentes cumpridos desde junho de 2014

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Nesta sexta-feira (9) foram 9 pessoas presas e seis adolescentes apreendidos
Polícia Civil / Divulgação
Nesta sexta-feira (9) foram 9 pessoas presas e seis adolescentes apreendidos

A Polícia Civil de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, prendeu nove pessoas e apreendeu seis adolescentes por crimes digitais nesta sexta-feira (9). As prisões ocorreram durante a terceira etapa da operação “Impacto Digital III”, que resultou em 19  mandatos de busca, prisão e apreensão de adolescentes cumpridos desde seu início, em junho de 2014.

A operação tinha como objetivo encontrar suspeitos de organizações criminosas  chamadas de Galera do Fundão (GDF) e Primeiro Comando de Boiadero (PCB). Os dois grupos utilizavam as redes sociais para cometer crimes como tráfico de drogas, roubo e até mesmo homicídio.

A polícia desarticulou as quadrilhas depois de coletar depoimentos e monitorar as condutas criminosas do grupo pela internet. Ao todo, 25 policiais participaram da operação que teve 23 mandatos expedidos, ou seja a polícia ainda está em busca de quatro pessoas que fazem parte das quadrilhas.

As duas primeiras etapas da operação ocorreram nos meses de junho e novembro de 2014, quando foram apreendidas drogas, armas de fogo, celulares e até aparelhos de rádiocomunicação que capta a frequência da Polícia Militar com os bandidos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave