Sexo oral causa mais câncer de garganta que bebida e cigarro

Estudo aponta que indivíduos que tiveram mais de seis parceiros, têm nove vezes chances de contrair a doença; existem cerca de 200 tipos de HPV

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined

Uma pesquisa da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, traz um resultado que surpreendeu vários especialistas. Até então, grande parte das pessoas acreditavam que os maiores causadores do câncer de garganta eram o cigarro e a bebida. Engano! O estudo divulgado recentemente mostra que a principal causa desse tipo de câncer em pessoas com menos de 50 anos é o papiloma vírus (HPV) – contraído por meio do sexo oral.

Segundo uma reportagem do Jornal de Brasília, indivíduos que tiveram mais de seis parceiros, têm nove vezes chances de contrair a doença. Segundo o estudo, se a pessoa teve algum tipo de infecção provocada pelo HPV, o risco sobe para 32 vezes.

A pesquisa mostra ainda que cerca de 200 tipos de HPV podem provocar lesões de pele. A maioria dessas infecções são assintomáticas, ou seja, muitas pessoas não sabem que têm a doença, o que faz com que o vírus seja disseminado rapidamente.

O infectologista e estudioso de doenças sexualmente transmissíveis, Drauzio Varela, escreveu artigo associando HPV transmitido por sexo oral ao câncer. Leia a íntegra.

Leia tudo sobre: bocacâncercigarrosexo oral