Desemprego e crescimento têm de ser pensados em longo prazo, diz Levy

O ministro disse ainda que o Brasil será mais competitivo, com presença maior no mundo e empregos melhores

iG Minas Gerais | Folhapress |

Imposto simplificado para micro e pequenas começa na segunda e Minas dá anistia fiscal para ajudar enquadramento
MARCELLO CASAL JR./ABR - 19.1.2007
Imposto simplificado para micro e pequenas começa na segunda e Minas dá anistia fiscal para ajudar enquadramento

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta sexta-feira (9) que questões como o desemprego e o crescimento da economia têm de ser pensadas em longo prazo. As informações são da Agência Brasil. A fala ocorreu em resposta à pergunta de um internauta durante bate-papo realizado hoje de manhã na página do governo federal no Facebook. "Tua pergunta é muito importante e ela tem algo que a gente tem mesmo que pensar, ou seja, olhar o que esperar daqui a alguns anos, e não apenas o que vai acontecer no mês que vem", disse Levy. O ministro disse ainda que o Brasil será mais competitivo, com presença maior no mundo e empregos melhores. O ministro explicou que existem vários ingredientes a serem levados em conta. "Começando com as contas do governo arrumadas. A gente tem que estimular a concorrência. A concorrência é importante porque --quanto mais firmas estão disputando um mercado-- [há] mais opções na hora de comprar e as firmas têm de ser mais eficientes, mais capazes. Aí, você vai poder comprar mais barato. Toda a economia fica mais eficiente, mais competitiva e dá para, inclusive, conquistar mercados lá fora", disse. O bate-papo começou às 10h30. Joaquim Levy respondeu a perguntas dos internautas sobre o futuro da economia do país e sobre como as políticas afetarão a vida do cidadão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave