Com "base formada", Muricy Ramalho admite pressão por títulos em 2015

Equipe tricolor não levanta uma taça desde a Copa Sul-Americana-2012 e iniciou o ano com saldo positivo no mercado de transferências

iG Minas Gerais | Folhapress |

Rogério segue prestigiado com Muricy Ramalho no comando tricolor
SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Rogério segue prestigiado com Muricy Ramalho no comando tricolor

Com um sorriso no rosto ao reencontrar os jornalistas, o técnico Muricy Ramalho admitiu que inicia o ano pressionado para dar títulos ao São Paulo.

A equipe tricolor não levanta uma taça desde a Copa Sul-Americana-2012 e iniciou o ano com saldo positivo no mercado de transferências: contratou cinco jogadores e perdeu apenas Kaká.

"Hoje temos uma base formada, um time bom e que, por ter essa grandeza, só pode brigar por títulos. Está na hora de ser campeão", disse o técnico, em entrevista coletiva nesta sexta (9).

O treinador ouviu da diretoria que não terá desculpas neste ano para a falta de título. Os cartolas ainda falaram que não querem mais ouvir reclamação de que falta elenco.

"Quando eu falei isso não foi de graça. Se tivéssemos uma base antes, a gente ia brigar mais forte pelo título do Brasileiro. Quando falei foi ciente de que um time não se faz rápido, se faz pouco a pouco, como Cruzeiro fez", rebateu Muricy.

"Todo mundo quer ser campeão. Para vencer tem de se organizar, ter um time junto. Não tem esse negocio de arrumar time em cima da hora. Não se ganha assim. A gente vem há quase dois anos juntos, arrumando a casa, tem um time bom, uma camisa, uma história e acredita nisso", acrescentou.

CONTRATAÇÕES

Muricy aprovou a contratação dos laterais Bruno e Carlinhos, ambos ex-Fluminense, do meia Thiago Mendes, do meia-atacante Daniel e do zagueiro Breno - que a princípio não deve ser aproveitado porque o foco é a recuperação física e psicológica dele.

"Estou satisfeito com a movimentação do mercado. Não dá para contratar muito hoje em dia porque há uma limitação financeira. Tem de contratar poucos e bons. Estamos próximos do que eu quero, time muito forte. Mais para frente pode chegar outros se tiver oportunidade", disse.

O treinador ainda espera a contratação de mais um meia para revezar com Ganso e Michel Bastos e de mais um zagueiro, preferencialmente canhoto, para fechar o elenco.

O time se reapresentou na última quinta (8) e vai ter quase um mês de preparação até a estreia no Campeonato Paulista, prevista para 1º de fevereiro, diante do Penapolense, em Penápolis. A pré-temporada inclui amistosos contra Flamengo e Vasco, em Manaus, na última semana deste mês.

Leia tudo sobre: são paulofutebolmuricycontrataçõestimetítulospressãobrasileirãolibertadoresreforços