Cruzeirenses pregam foco na Libertadores, mas também miram Mineiro

Sem esconder obsessão pelo torneio continental, jogadores prometem trabalhar muito para buscar o bi estadual

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Everton Ribeiro (esq) terá a missão, contra o seu ex-clube, de municiar os companheiros Moreno e Goulart
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Everton Ribeiro (esq) terá a missão, contra o seu ex-clube, de municiar os companheiros Moreno e Goulart

Está nas palavras de cada jogador, da comissão técnica e da diretoria. A Libertadores é o grande objetivo do Cruzeiro em 2015. No ano passado, a equipe encerrou sua jornada nas quartas de final, caindo frente ao San Lorenzo, equipe que conquistaria o título mais importante do continente. A obsessão celeste pelo tri da América influencia até mesmo no comportamento e no perfil de contratações da equipe para a temporada 2015. O técnico Marcelo Oliveira busca incorporar ao plantel jogadores com 'sangue nos olhos', atletas que carregam o tão apregoado 'espírito de Libertadores'.

"Acho que tem que ter perfil de ganhador para chegar ao Cruzeiro, independentemente da competição. O Cruzeiro contratou bem e deixou ainda mais forte o nosso elenco", explica o meia Everton Ribeiro.

A movimentação nos bastidores segue intensa e contratações pontuais estão chegando para engrossar o poder de fogo da Raposa em 2015. Como grande trunfo, a equipe possui uma equipe mais experiente, calejada pela conquista dos dois títulos nacionais. No entanto, se por um lado, a Libertadores direciona todo o planejamento celeste, o Campeonato Mineiro também não será ignorado pelos atletas. Atual campeão estadual, o Cruzeiro quer manter o seu domínio regional.

"A gente sabe que a Libertadores é a grande competição do primeiro semestre. Temos que estar forte na Libertadores, mas não podemos deixar de lado o estadual. Vamos disputar um título e a gente quer ganhar. Vamos tentar conciliar os dois, mas com foco maior na Libertadores", analisa Ribeiro.

O Cruzeiro faz sua estreia no Campeonato Mineiro no dia 1º de fevereiro, contra o Democrata, em Governador Valadares. Antes da estreia na Libertadores, no dia 25 de fevereiro, frente ao Universitário, na altitude de Sucre, na Bolívia, a equipe celeste ainda fará três partidas pelo torneio estadual. A última delas será contra o Boa Esporte, no dia 21 de fevereiro, no Mineirão. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposalibertadoresmineiroestadualfutebol