Idoso de 71 anos estupra menina e a oferece pílula do dia seguinte

Suspeito invadiu casa da vizinha, a agarrou pelos cabelos e a ameaçou com uma faca; criminoso ainda não foi localizado

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Militar de Teófilo Otoni, no Vale do Jequitinhonha, está à procura de um idoso de 71 anos que estuprou sua vizinha de 15 anos.  Nessa quinta-feira (8), três dias após o crime, o suspeito voltou ao imóvel da vítima e tentou forçá-la a tomar uma pílula do dia seguinte, que pode ser consumida até 72 horas depois da relação sexual.

Segundo o boletim de ocorrência da corporação, o crime foi descoberto depois que a vítima mandou uma mensagem de texto para a mãe, que estava trabalhando. Na mensagem, a menina afirmava que estava com medo do vizinho.

Quando a mãe chegou em sua residência encontrou a filha chorando muito. A menor contou para a dona de casa que, na última segunda-feira (5), o homem invadiu sua casa, lhe agarrou pelos cabelos e a levou para um dos quartos.

Lá, armado com uma faca, o suspeito rasgou as roupas da garota, deixando-a totalmente nua. Sob ameaça, ela foi obrigada a manter relações sexuais com o idoso. Após cometer o crime, o agressor afirmou que, caso alguém tomasse conhecimento do estupro, a mataria.

Já nessa quinta, o homem retornou ao imóvel, mais uma vez armado com uma faca, e lhe ofereceu um comprimido para que, segundo ele, a menor não engravidasse. A menina saiu correndo e, com medo que outro morador chegasse, o suspeito voltou para a sua casa.

A polícia foi acionada, mas quando chegou ao bairro, o idoso fugiu para um matagal e não foi mais visto. A adolescente foi levada para um hospital e foi medicada. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Teófilo Otoni.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave