Polícia francesa tenta estabelecer diálogo com jihadistas

"A prioridade é estabelecer um diálogo", declarou aos jornalistas Pierre-Henry Brandet, porta-voz do Ministério do Interior

iG Minas Gerais | AFP |

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (à direita) cumprimenta o embaixador francês em Israel Patrick Maisonnave, em Jerusalém, depois de apresentar suas condolências após o ataque mortal no jornal satírico francês Charlie Hebdo
THOMAS COEX POOL/AFP
Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (à direita) cumprimenta o embaixador francês em Israel Patrick Maisonnave, em Jerusalém, depois de apresentar suas condolências após o ataque mortal no jornal satírico francês Charlie Hebdo

As forças policiais estão tentando estabelecer diálogo com os irmãos Kouachi, acusados pela chacina no jornal francês e que se encontram entrincheirados em uma gráfica na periferia de Paris, segundo o informações do Ministério do Interior.

"A prioridade é estabelecer um diálogo", declarou aos jornalistas Pierre-Henry Brandet, porta-voz do ministério.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave