Antibiótico não deixa bactérias terem resistência

Segundo Kim Lewis, um dos cientistas que lideraram o trabalho, a teixobactina só não deve seguir para testes clínicos logo porque ainda requer algumas alterações químicas

iG Minas Gerais |

Bactérias resistentes sucumbem ao efeito do novo composto
NIAID / COMMONS
Bactérias resistentes sucumbem ao efeito do novo composto

Cambridge, EUA. Um grupo de cientistas anunciou nesta semana a descoberta de uma molécula que representa a primeira nova classe de antibióticos introduzida desde 1987. Em testes com camundongos, a droga conseguiu debelar as formas mais resistentes de tuberculose, sem que o micróbio causador da doença adquirisse resistência. Batizada de “teixobactina”, a nova substância é produzida por uma bactéria encontrada no solo.

A empresa start-up de biotecnologia NovoBiotic, de Cambridge, nos Estados Unidos, que descobriu a molécula, estima que deve conseguir levá-la a um teste em humanos dentro de dois anos. Se tudo correr bem, a droga estaria disponível no mercado por volta do fim da década.

O fármaco foi encontrado após os cientistas analisarem mais de 10 mil amostras de micróbios usando um novo método, que permite o cultivo desses organismos em seu hábitat natural.

A descoberta, que foi publicada na revista científica “Nature”, surge como um alento em um momento difícil para a infectologia. No ano passado, a Organização Mundial de Saúde (OMS) elevou o problema das bactérias resistentes a antibióticos ao status de crise global.

Segundo Kim Lewis, um dos cientistas que lideraram o trabalho, a teixobactina só não deve seguir para testes clínicos logo porque ainda requer algumas alterações químicas. Esse aprimoramento, que leva certo tempo, torna a administração da molécula mais fácil quando a intenção é produzir uma pílula ou uma solução para injeção.

Ação

Entenda. A teixobactina mata as bactérias ao destruir as paredes de suas células, um método semelhante ao que já utilizava a vancomicina, composto que foi descoberto na década de 50.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave