Galo é o clube que mais receberá da Fifa por ceder atletas à seleção

Confederação máxima do futebol "pagará" pouco mais de R$ 800 mil pelo o Atlético ter cedido Victor e Jô ao Brasil

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Centroavante Jô foi o titular no ataque, mas não conseguiu balançar as redes
Celio Messias/VIPCOMM
Centroavante Jô foi o titular no ataque, mas não conseguiu balançar as redes

O Atlético receberá US$ 300.533 mil (pouco mais de R$ 800 mil) como compensação por ceder jogadores para a Copa do Mundo no Brasil, em 2014. Segundo divulgou a Fifa, serão distribuídos US$ 70 milhões a 396 equipes, de 57 federações nacionais distintas.

O Galo colocou à disposição de Luiz Felipe Scolari, técnico que comandou o Brasil no Mundial, o goleiro Victor e o atacante Jô, que ficaram na reserva verde-amarela.

O segundo clube brasileiro que mais "arrecadou" com isto foi o Botafogo, com US$ 218.400, seguido pelo Palmeiras, com US$ 154.000. No total foram 11 agremiações brasileiras, sendo a lista completada por Fluminense, Santos, Internacional, São Paulo, Vasco, Corinthians, Flamengo e Grêmio.

No ranking geral, o Bayern de Munique-ALE ficou na liderança tendo a receber US$ 1.734.367, seguido por Real Madrid (US$ 1.297.800) e Chelsea (US$ 1.253.233). Barcelona, Manchester United, Napoli, Arsenal, Juventus e Manchester City também levarão mais de US$ 1 milhão.

A quantia é calculada de acordo com o número de jogadores cedidos e a quantidade de dias que estes atletas serviram suas seleções, tomando como base duas semanas antes do Mundial e o dia seguinte à eliminação do país na competição.

Confira o valor recebido pelos clubes brasileiros:

Atlético: US$ 300,533 mil Botafogo: US$ 218,400 mil Palmeiras: US$ 154 mil Fluminense: US$ 128,800 mil Santos: US$ 117,600 mil Internacional: US$ 89,600 mil São Paulo: US$ 44,800 mil Vasco: US$ 44,800 mil Corinthians: US$ 42,933 mil Flamengo: US$ 40,600 mil Grêmio: US$ 29,867 mil

Leia tudo sobre: atleticogalocopa do mundojovictorbrasilfifa