Veja o que os jornais do mundo todo noticiam um dia depois do ataque

Da América ao Oriente Médio, confira as capas de jornais do mundo todo um dia depois do ataque terrorista na sede do semanário francês que terminou com 12 mortos e 20 feridos

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

The New York Times, Estados Unidos
newseum
The New York Times, Estados Unidos

O dia 7 de janeiro de 2015 vai ficar marcado na lembrança de muita gente. Foi neste dia que a França sofreu o ataque terrorista mais violento dos últimos 20 anos. Três terroristas fortemente armados e encapuzados invadiram o jornal e assassinaram 12 pessoas, a maioria, jornalistas e chargista. A motivação seria religiosa, já que os terroristas gritaram referências ao profeta e a Alá após o assassinato. 

A publicação é conhecida pelas sátiras polêmicas e por mexer com tradições e religiões que detém alguns adeptos extremistas.  Como por exemplo, o desenho de um judeu ortodoxo empurrando uma cadeira de rodas com um homem de túnica e turbante na capa de uma das edições. Ou um desenho no interior da publicação em uma das edições onde Maomé, o profeta do Islã, está deitado na cama dizendo "E meu traseiro, você gosta do meu traseiro?", parafraseando a atriz francesa Brigitte Bardot no filme cult "O Desprezo", de Jean-Luc Godard.

Por isso, o jornal era alvo de constantes ameaças e ataques. Em 2011, por exemplo, a sede da Charlie Hebdo foi destruída em um incêndio de origem criminosa depois da publicação de um número especial sobre a vitória do partido islâmico Ennahda na Tunísia, no qual o profeta Maomé era o "redator principal". 

O ataque violento mexeu com o mundo todo, que não deixou passar em branco. Mesmo uma notinha na capa ou uma grande manchete, a maioria dos jornais do mundo, inclusive do Oriente Médio, deram destaque ao ocorrido. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave