Cidades devem informar dados de inscritos no Bolsa Família até 6ª

O registro mostra a situação do acesso de famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza à rede de atenção básica

iG Minas Gerais | Folhapress |

ALEXANDRE C MOTA
undefined

Gestores municipais têm até esta sexta-feira (9) para registrar os resultados do acompanhamento das condicionalidades de saúde no sistema de gestão do programa Bolsa Família (dados relacionados à segunda vigência de 2014). Os dados devem ser incluídos no sistema DataSUS do Ministério da Saúde. As informações são da Agência Brasil. O registro mostra a situação do acesso de famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza à rede de atenção básica e fornece informações relevantes para o aprimoramento da gestão municipal. Dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome indicam que, dos 14 milhões de famílias inscritas no programa, 11,6 milhões têm o perfil de acompanhamento da condicionalidade de saúde. Isso significa que pais ou responsáveis beneficiários do programa têm o compromisso de manter atualizado o calendário de vacinação das crianças menores de 7 anos e levá-las para pesar, medir e fazer exames. Mulheres na faixa de 14 anos a 44 anos também devem fazer o acompanhamento e, se gestantes ou nutrizes (lactantes), devem realizar o pré-natal e o acompanhamento de sua saúde e do bebê, além de participar de atividades educativas sobre aleitamento e alimentação saudável. As condicionalidades de saúde e educação, segundo a pasta, são compromissos assumidos tanto pelos beneficiários do Bolsa Família quanto pelo Poder Público para ampliar o acesso a direitos sociais básicos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave