Encontrado artefato que imitava explosivo perto de embaixada de Israel

A polícia uruguaia encontrou, nesta sexta-feira, um artefato que imitava um explosivo perto do prédio onde está a embaixada de Israel em Montevidéu

iG Minas Gerais | AFP |

A polícia uruguaia encontrou, nesta sexta-feira, um artefato que imitava um explosivo perto do prédio onde foi instalada, recentemente, a nova sede da embaixada de Israel em Montevidéu, em um bairro de luxuosos escritórios sobre a costa.

O artefato foi detectado por cães da Guarda Republicana, que realizava controles diários nas áreas das embaixadas e provocou o fechamento de ruas vizinhas e a desocupação da torre 4 do World Trade Center, da cidade, para onde se mudaram, no fim de dezembro, os escritórios da embaixada.

O artefato foi encontrado a 70 metros do prédio.

Após implodir o artefato, a Brigada de Explosivos determinou que se tratava de uma imitação, "composta de um elemento eletrônico, simulando uma ignição, e um pedaço de cordão detonador, que é o explosivo", detectado pelos cães, explicou a jornalistas o chefe da Brigada de Explosivos, tenente-coronel Alfredo Larramendi.

Ele disse, ainda, que da forma como estava montado "não causaria nenhum dano" e avaliou que "pôde ter sido posto de propósito para medir tempos de resposta do Ministério do Interior, da Brigada de Explosivos da própria segurança da embaixada de Israel".

No fim de novembro passado, a sede anterior da embaixada israelense em Montevidéu também havia sido evacuada por causa da presença de uma maleta suspeita, perto de uma lata de lixo perto do prédio.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave