Em busca de um meia, presidente encerra sondagem por Cárdenas

Daniel Nepomuceno frisou que Galo está atento ao mercado por bons nomes e negou que tenha entrado na briga por Leandro Damião

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA E RÔMULO ABREU |

Aos 25 anos, Cárdenas se destacou com a camisa do Atlético Nacional-COL, equipe de Medellín
Reprodução Facebook
Aos 25 anos, Cárdenas se destacou com a camisa do Atlético Nacional-COL, equipe de Medellín

A cúpula atleticana já admitiu que está em busca de um jogador de criação no mercado e o nome do meia Sherman Cárdenas ganhou força. Porém, o presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, descartou a contratação do jogador colombiano, entretanto, deixando claro que se houver uma condição favorável, trará um reforço de peso para o time.

Em entrevista nessa quarta, dia que a equipe iniciou a pré-temporada, Nepomuceno elogoi bastante o atleta, destaque do Atlético Nacional-COL na Libertadores do ano passado, mas esclareceu que as negociações não avançaram. “Acho um grande jogador, que caberia. Mas na posição dele estamos bem servidos. É um jogador que teria espaço sim, mas não avançou nada. A gente mantém quatro ou cinco jogadores que estão no mesmo nível”, disse.

Questionado sobre a possibilidade de trazer um atleta que seja a referência da equipe, principalmente se Tardelli realmente deixar o Galo, Nepomuceno avisou que o clube está atento ao mercado.

“Não vamos falar que não vamos trazer um grande nome. Maluf sempre tem essa carta no bolso. O elenco do Atlético praticamente está fechado. Dessa forma, a gente começa o campeonato muito bem montado. Como vem acontecendo nos últimos anos, a gente tem essa vantagem. O mundo do futebol consulta o Atlético quando quer trazer grandes nomes para o Brasil. Se vier um bom nome vamos contratar”, ressaltou.

Nepomuceno rechaçou também que tenha havido algum interesse no atacante Leandro Damião, que acabou indo para o rival Cruzeiro.

Leia tudo sobre: daniel nepomucenoatleticogalomercadocardenascicerofutebolmeia