Padrasto é suspeito de estuprar e engravidar enteada de 14 anos em BH

Homem chantageava garota afirmando que a mãe dela "morreria de desgosto" se soubesse do caso; suspeito ainda queria "transferir paternidade" para outro homem

iG Minas Gerais | CAROLINA |

Um homem de 31 anos é suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 14 anos na casa da família no bairro Calafate, na região Oeste de Belo Horizonte. O caso foi descoberto pela mãe da vítima na noite dessa quarta-feira (7).

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a dona de casa já havia percebido o aumento da barriga da filha e, ao ser questionada, contou que teria engravidado do padrasto há seis meses. A menina afirmou que era abusada sexualmente pelo homem desde 6 anos de idade.

A conversa entre mãe e filha foi presenciada pelo suspeito, que negou o crime. No entanto, ao saber que a companheira acionaria a polícia, ele fugiu e não foi mais visto. Militares do 5º Batalhão compareceram ao imóvel da família e fizeram contato com a menor.

Ela confirmou o abuso para os policiais e afirmou que havia sido estuprada na manhã dessa quarta. A menina afirmou que tinha medo de contar uma vez que o padrasto a ameaçava e fazia chantagem, afirmando que a mãe dela, se soubesse do caso, “morreria de desgosto”.

A adolescente foi encaminhada à Maternidade Odete Valadares. Seu estado de saúde não foi divulgado. A ocorrência foi encerrada na Delegacia Especializada em Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad). 

Suspeito queria “transferir” paternidade

Ainda conforme informações do boletim, a menor disse que o padrasto a obrigava usar uma aliança de compromisso com o nome de outro homem. A intenção era transferir a responsabilidade da paternidade para outro.

A mãe da adolescente contou à polícia que se relaciona com o suspeito há 13 anos e sempre precisou deixar a filha aos cuidados dele para trabalhar.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave