Suspeitos de ato terrorista são localizados no norte da França

Irmãos Kouachi são procurados pela polícia francesa, por suspeita em envolvimento no ato terrorista que deixou 12 mortos em Paris

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cherif Kouachi e Said Kouachi são procurados pela polícia francesa por envolvimento em ataque ao jornal Charlie Hebdo
AFP PHOTO / FRENCH POLICE
Cherif Kouachi e Said Kouachi são procurados pela polícia francesa por envolvimento em ataque ao jornal Charlie Hebdo

Os dois irmãos suspeitos do atentado contra jornal satírico "Charlie Hebdo" foram vistos nesta quinta-feira  (8) pela manhã no norte da França, quando estavam a bordo de um Clio cinza com armas de guerra, indicaram fontes próximas ao caso.

O gerente de um posto de combustível situado perto de Villers-Cotteret "reconheceu os dois homens suspeitos de terem participado do ataque contra a Charlie Hebdo", explicou uma das fontes. "Os dois homens estão encapuzados, com kalashnikovs e lança-foguetes à vista", confirmou outra fonte.

Entregou-se

Um dos três suspeitos do ataque ao jornal parisiense Charlie Hebdo, o jovem Hamyd Murad, de apenas 18 anos, se entregou à polícia na noite desta quarta-feira (7), informaram fontes concordantes. Ele seria parente dos irmãos Kouachi.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave