Falatórios e egoísmo

iG Minas Gerais |

“A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.” - Colossenses 3:16-17 No muito falar está a transgressão, pois os falatórios sempre geram respostas agressivas, fofocas, destruição de amizades, de famílias e de projetos de Deus. O falatório age em parceria com o egoísmo, e, como cristãos, podemos viver sem essas coisas em nossas vidas. Nossas palavras devem ser para louvar e adorar a Deus e, assim, produzir paz, alegria, risos e cânticos. Sempre que falarmos alguma coisa, o objetivo deve ser o nosso bem e a glória de Deus. Nossas palavras podem produzir perdão e reconciliação. Só devemos abrir nossa boca para proclamarmos coisas boas, para agradecer a Deus por suas bênçãos, para ajudar alguém e, assim, promovermos o aperfeiçoamento uns dos outros. Temos de nos afastar de pessoas que usam a boca para amaldiçoar, pois, se permanecemos junto a elas, corremos o risco de sermos corroídos por suas palavras amaldiçoadoras. Mas não basta nos afastarmos de quem só fala mal, mas temos que usar nossa língua para falarmos bem, abençoar coisas e pessoas. Não há nada pior ou melhor que a língua, só depende da forma como a usamos. Muitos males são causados pelo efeito de uma só palavra, pois as palavras podem ferir matar, magoar, semear dúvidas e gerar ódio. A ferida causada por uma palavra pode doer mais que um ferimento físico. A dor física pode ser contida por um medicamento, mas, às vezes, nem o tempo apaga a dor causada por uma palavra que, mesmo se apagada, pode deixar cicatrizes. As palavras têm poder tanto para levantar quanto para derrubar alguém. Mas, quando bem empregadas, as palavras trazem cura, alívio e perseverança. Por isso, palavras devem servir apenas para edificar, encorajar, animar, amar e, sobretudo, para abençoar todos aqueles que nos rodeiam, como as nossas famílias, amigos, vizinhos e autoridades. Que Deus nos abençoe para que saibamos usar nossas palavras também para abençoar outros. Pr. Jorge Linhares www.getsemani.com.br Twitter: @_JorgeLinhares  LEIA MAIS Saiba mais sobre esse assunto lendo o livro “Falatórios e Egoísmo”. Pedidos: (31) 3491-2266, vendas@editoragetsemani.com.br ou www.editoragetsemani.com.br. CURSO BRAILE O Ministério Siloé da Igreja Batista da Lagoinha vai promover um curso em braile para deficientes visuais e também para quem não possui a deficiência. O curso, com duração de nove meses, terá início no dia 14 de fevereiro. As aulas serão realizadas aos sábados, das 8h45 às 12h. Valor: R$ 100 mensais para os não deficientes e R$ 50 para quem é deficiente visual. As inscrições serão abertas no dia 19.1, na sede do Ministério Siloé: rua Beribe, 106, bairro São Cristóvão, em BH. Mais informações: (31)3442-7342. CONGRESSO Estão abertas as inscrições para o 16º Congresso Internacional Adoração e Intercessão, realizado pelo Ministério de Louvor Diante do Trono. O congresso será no feriado da Semana Santa, nos dias 2, 3 e 4 de abril, na Igreja Batista da Lagoinha, em BH. As inscrições devem ser feitas no site www.diantedotrono.com. Os valores são de R$ 150 para inscrição individual e R$ 140 para caravanas (com o mínimo de 40 inscritos).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave