Fidel Castro não sai em público há um ano, gerando rumores sobre saúde

Aos 88 anos, o "Comandante" não comentou publicamente a aproximação anunciada por seu irmão e sucessor Raúl Castro e pelo presidente Barack Obama há três semanas

iG Minas Gerais | APF |

Fidel Castro não aparece em público há um ano, gerando rumores sobre sua saúde
ANGELO PETTINATI - 29.11.2011
Fidel Castro não aparece em público há um ano, gerando rumores sobre sua saúde

Grande ausência na reconciliação entre Estados Unidos e Cuba, Fidel Castro completa na próxima quinta-feira (7) um ano sem aparecer em público, o que alimenta rumores dos cubanos sobre a sua saúde.

"A mim chamou muito a atenção que Fidel não tenha aparecido quando os heróis cubanos (como são chamados os agentes cubanos que estavam presos por espionagem em território americano) voltaram e que não tenham falado nada sobre o restabelecimento das relações com os Estados Unidos. Comenta-se que ele está recolhido porque seu estado de saúde é muito delicado", disse à AFP Doraylis Jiménez, bailarina de 20 anos.

Aos 88 anos, o "Comandante" não comentou publicamente a aproximação anunciada por seu irmão e sucessor Raúl Castro e pelo presidente Barack Obama há três semanas.

Também não assistiu as boas-vindas aos três agentes cubanos - considerados "heróis" na ilha - libertados por Washington como parte dos acordos que puseram fim a meio século de rivalidade.

"Realmente deveriam informar (o motivo do sumiço), porque os cubanos estão preocupada com isso, e sobretudo para acabar com a quantidade de rumores em torno do tema", completou a artista.

Fidel, que deixou o poder em julho de 2006, fez sua última aparição pública em 8 de janeiro de 2014, quando compareceu à inauguração da galeria do artista cubano Alexis Leyva "Kcho" - seu velho amigo -, em Havana.

Em julho ele recebeu, separadamente, em sua residência na capital da ilha, os presidentes da China, Xi Jinping, e da Rússia, Vladimir Putin. Desde então só tem se expressado por meio de algumas poucas "reflexões" publicadas na imprensa estatal, as duas últimas em outubro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave