Organizada é proibida de assistir missa com adereços da Máfia Azul

Apesar da restrição, não houve registro de confusão pelo veto à entrada dos torcedores

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Assim como aconteceu no ano passado, torcedores membros da Máfia Azul foram impedidos de assistir à missa em ação de graças pelo aniversário do Cruzeiro, nesta quarta-feira, com adereços da maior organizada do clube.

Cerca de cem membros da Máfia Azul compareceram à porta da sede social cruzeirense, no Barro Preto, onde a celebração pelos 94 anos do clube foi realizada. Do lado de fora do parque aquático, os torcedores fizeram uma festa com faixa, cânticos de exaltação ao Cruzeiro e até um bolo.

"Eles podem entrar, desde que não estejam usando nada da Máfia Azul", disse um dos seguranças contratados pelo Cruzeiro.

Não houve registro de confusão pelo veto à entrada dos torcedores. A Polícia Militar marcou presença à frente da entrada da sede social do Barro Preto.

Leia tudo sobre: organizadaproibidaassistirmissacruzeiroadereçosmafia azul