V-Strom 1000 ABS

iG Minas Gerais |

V-Strom 1000 ABS
Fotos Suzuki/divulgação
V-Strom 1000 ABS

A Suzuki V-Strom 1000 tem conceito e história de serviço aventureiro bem prestado com sua robustez motriz reconhecida. A nova V-Strom 1000 ABS é uma nova moto toda modernizada, herdando somente a estrutura do antigo motor de 996 cc. Recebeu modernização dos pés à cabeça; por fora e nas entranhas. Tem tecnologias atuais vindo com equipamentos modernos, como o controle de tração com três modos e suspensão dianteira invertida. O tanque mais estreito e o entre-eixos menor, junto com o banco mais baixo, em relação ao modelo de 2009, melhoraram o conforto e valorizaram a ciclística, facilitando a pilotagem nas vias urbanas também. O visual esportivo é muito moderno e agressivo, como fica bem para uma moto estradeira e bem preparada para aventuras com desenvoltura nas curvas. Um atrativo é o valor do modelo, que, considerando a confiabilidade do conjunto (motor e ciclística) e a tecnologia para grandes viagens, coloca a V-Strom em vantagem sobre as concorrentes do seu segmento. Motor robusto O novo motor V2, com refrigeração líquida, passou de 996 para 1.037 cc, e a potência subiu de 98 cv para 101 cv, enquanto o torque foi de 10,3 kgfm para 10,5 kgfm. Com válvulas de controle variável, a Suzuki informa mais eficiência e consumo maior que 20 km/l. O câmbio de seis marchas tem embreagem antideslizante, que facilita a troca feita sem trancos. Na ciclística, o modelo atual é mais leve 8 kg em relação ao antigo, pesando agora, pronto para rodar, 228 kg. A rodas de alumínio de dez raios são paradas por modernas pinças de freio equipadas com o sistema ABS, que pode ser desligado por quem gostar de se aventurar numa terrinha. As suspensões são modernas com várias regulagens, sendo invertida na frente. No painel, a nova Suzuki tem modernidade com visor digital, informando diversas condições ao comandante do guidão, que é mais largo para facilitar a pilotagem no trânsito urbano. Para aumentar o conforto, a moto tem para-brisas com regulagens. A Suzuki V-Strom 1000 ABS 2015 não tem data para chegar. O modelo 2014 é oferecido nas cores vermelho e preto pelo preço sugerido em SP de R$ 49.9 mil. Mais informações na SBK – Suzuki em BH. (31) 3378-2402.

Técnica: V-Strom 1000 ABS Motor: V2 de 1.037 cc, DOHC e refrigeração líquida Potência: 101 cv a 8.000 rpm Torque: 10,5 kgfm a 4.000 rpm Câmbio: 6 marchas Tanque: 20 litros Peso cheio: 228 kg Pneus: (D) 150/70R17 (T) 110/80R19 Freios: (D) 2 discos (T ) disco Preço SP: R$ 49.9 mil

MOTONOTÍCIAS

* O pneu da moto é importante para a sua segurança. Mesmo sendo a peça principal de locomoção da moto, os motociclistas se esquecem dele. Muitos compram o mais barato, não o calibram regularmente e não conferem se há cortes e danos (bolhas laterais). Simplesmente rodam. Mas os pneus garantem a estabilidade e a sua segurança: um pneu vazio pode furar num buraco ou não frear como deveria, impedindo um acidente, além de não oferecer a melhor aderência num solo molhado. * O pneu deve ser bem tratado e não abusado até sumir os frisos e aparecer a lona para poder aproveitar mais uns quilômetros para ser trocado. Há uma marca na lateral (TW), que determina quando o pneu deve ser trocado (com frisos baixos, mais ainda existentes), a fim de não se perder toda a aderência ao ficar careca. Isso pode acarretar, além de possível queda, uma notificação e apreensão da moto por equipamento em desacordo ou sem condições de uso. * É bom lembrar que é proibido o uso de pneu de moto remold ou recapado. Nessa história fica uma pergunta, nesse país de tantas leis e pouco cumprimento delas: por que as recauchutadoras de pneus de moto continuam funcionando e revendendo por todo canto o que é proibido por lei? Como o Estado age em defesa dos consumidores? Se é proibido, como é, ainda, recauchutado e comercializado? * O DPVAT - Seguro Obrigatório 2015 não terá reajuste nos valores. Desde 2013 o valor continua o mesmo. Com tantas notícias ruins, pelo menos tem uma boa. Melhor ainda se o Governo Federal adiasse a data do pagamento do DPVAT para abril ou maio, aliviando a carga de obrigações dos brasileiros, que é muito alta no início de ano. Na prática, quita agora quem quiser, pois, ninguém fica sujeito a multa por pagar o seguro atrasado. Além disso, o documento, de porte obrigatório, pelo menos em Minas, só é cobrado a partir de junho. *> A cada dia vemos mais acidentes envolvendo duas motos. Isso é mais comum no interior, em estradas rurais, onde o condutor exagera na velocidade acreditando estar sozinho na roça. Esquece das regras de circulação, anda no meio da estrada e não diminui nas encruzilhadas. Mas nas cidades isso também tem acontecido, geralmente com quem anda correndo demais. * Não corra, não mate e não morra. Pilote atento, trafegue mais devagar com sua moto, que já tem a facilidade de transitar no meio dos carros e chega sempre na frente. Não precisa ser imprudente. Ajude a diminuir as estatísticas de morte com motos nesse 2015, que se inicia com ares esperançosos de paz. * Se você tem uma moto Suzuki veja os modelo que estão fazendo recall: GSX-R1000, GSX-R750 e Burgman 125. Se a sua moto está nessa lista procure uma loja Suzuki o quanto antes. Triumph e Yamaha também têm vários modelos em recall. Verifique.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave