O pontapé inicial em 2015

Clubes apostam em boa estrutura e base formada nos últimos anos para ter ainda mais sucesso

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

Para que o ano de 2015 seja tão bom quanto 2013 e 2014, ou até melhor, será preciso criar uma boa base para aguentar a pressão que virá dos adversários, loucos para acabar com o reinado mineiro no Brasil. Atlético e Cruzeiro iniciam nesta quarta, a partir das 16h, os trabalhos para que tenham mais um ano de conquistas nacionais e internacionais.  

Por mais que seja cansativo e monótono para os jogadores, fazer uma pré-temporada eficiente é meio caminho andado para atingir os objetivos traçados. Será durante os 25 dias dedicados a exames, avaliações, atividades físicas, treinos técnicos e táticos, além da concentração, que o elenco buscará fôlego e entrosamento para suportar a maratona de 2015.

Descobrir desequilíbrios musculares, buscar a prevenção de lesões e dar corpo à equipe são apenas alguns objetivos da pré-temporada dos dois clubes, que possuem estrutura de dar inveja aos adversários. A Cidade do Galo e a Toca da Raposa II funcionarão como QGs dos dois rivais, pois oferecem totais condições para que um eficiente trabalho seja desempenhado. Por conta disso, não será necessário fazer viagens para ter atividades complementares.

Ao contrário de outros anos, em um passado não tão distante, 2015 terá poucas caras novas nos elencos em relação à temporada passada. Com uma base sólida formada nos dois últimos anos, os presidentes Daniel Nepomuceno e Gilvan de Pinho Tavares não precisaram fazer muitas incursões no mercado da bola, apenas contratações pontuais para fortalecer ainda mais os times.

Apostar na manutenção das comissões técnicas é outra vantagem. Levir Culpi e Marcelo Oliveira já conhecem os clubes, têm os grupos nas mãos, trabalham com profissionais de confiança e poderão desempenhar suas atividades com tranquilidade.

Com um trabalho benfeito na pré-temporada, 2015 promete belos horizontes para Atlético e Cruzeiro, que sonham com mais uma Libertadores e, consequentemente, com a possibilidade de um título mundial inédito. Para isso, será preciso pegar pesado e buscar o sacrifício agora para colher os frutos no fim do ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave