Corpos de família são enterrados

Há menos de 20 dias, Lukas usou redes sociais para declarar o carinho pelos familiares

iG Minas Gerais |

Vítimas. De manhã, cerca de 300 pessoas lotaram velório da família
RICARDO MALLACO
Vítimas. De manhã, cerca de 300 pessoas lotaram velório da família

O abraço apertado entre os irmãos Aline, 23, e Lukas, 21, parecia querer não ter fim. Entre os corpos da mãe, Margarida Santana, 47, e do pai, Roberto Santana, 49, eles se apoiavam um no outro para partilhar a dor de quem viu de perto o acidente que matou também os tios e um primo de 1 ano. Os cinco familiares, vítimas de colisão frontal do carro em que estavam com uma carreta no último domingo, na BR–040, na altura de Carandaí, na região Central, foram sepultados nesta terça, em meio a lágrimas.

Pela manhã, cerca de 300 pessoas lotaram o velório da família, realizado na Primeira Igreja Batista do Tupi, na região Norte da capital. Os corpos de Cleusa Siqueira, 33, do marido José Junio Siqueira, 37, e do filho Pedro Henrique, 1, foram velados em caixões fechados, ao lado dos de Margarida e Santana.

bebê. João Victor, 15, que perdeu pai, mãe e irmão no acidente, não saiu de perto do corpo do bebê. Com o olhar distante, o garoto abraçava forte o pequeno caixão, como se quisesse proteger o irmão de toda aquela tristeza.

“Ele era muito apegado ao Pedrinho. Tem sido muito difícil. Os filhos estão sonhando com os pais e acordam assustados com a lembrança do acidente”, contou uma amiga da família.

João Victor, Lukas, Aline e o noivo viajavam no carro da frente. Eles voltavam para Belo Horizonte de Cabo Frio (RJ), onde festejaram o Réveillon. Segundo familiares, em certo momento os filhos olharam pelo retrovisor e não viram mais o carro onde os pais viajavam. Ao voltarem, viram o Siena destruído do outro lado da BR.

“Era uma família muito unida. Estão todos sem chão”, afirmou uma prima de Cleusa e Margarida. “Eram todos muito alegres. A Cleusa estava o tempo todo com um sorriso no rosto”, lembrou outra amiga da família.

Há menos de 20 dias, Lukas usou redes sociais para declarar o carinho pelos familiares. “Família é a base de tudo. Amo muito vocês. Obrigado por existir”, postou o jovem.

Enterro

Cortejo. Após o velório na Igreja Batista, familiares e amigos saíram em cortejo até o cemitério Belo Vale, em Santa Luzia, na região metropolitana, onde os cinco corpos foram enterrados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave