Relatório sobre acidente sai no fim do mês

Documento terá recomendações para a aviação

iG Minas Gerais |

Jornalista norte-americano diz que queda de avião de Campos foi comandada por EUA
ESTADÃO CONTEÚDO
Jornalista norte-americano diz que queda de avião de Campos foi comandada por EUA

BRASÍLIA. O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, informou que até o fim do mês a Força Aérea Brasileira (FAB) vai divulgar um relatório parcial sobre o acidente que resultou na morte do candidato do PSB à Presidência Eduardo Campos. Segundo Saito, o documento conterá algumas recomendações para a aviação geral.

Ele admitiu que a investigação do acidente foi difícil. A caixa-preta do jato que levava o político não registrou as últimas duas horas de voo, os destroços não estavam em boas condições de análise e não houve sobreviventes.

Em agosto de 2014, o então presidenciável Eduardo Campos morreu após o jato Cessna em que estava cair em Santos (SP). Além de Campos, estavam na aeronave o assessor Pedro Almeida Valadares Neto, o assessor de imprensa Carlos Augusto Ramos Leal Filho (Percol), Alexandre Severo Gomes e Silva (fotógrafo), Marcelo de Oliveira Lyra (staff da campanha) e os pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

Após o acidente, houve polêmica em torno do avião utilizado, já que a aeronave não apareceu em nenhuma das prestações de contas do partido. O advogado do PSB, Ricardo Penteado, informou então que a utilização do avião foi informada oficialmente ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por meio de uma nota de esclarecimento.

Em dezembro do ano passado, as famílias que tiveram imóveis atingidos pelo acidente começaram a ser indenizadas. Com o impacto, cinco imóveis – entre residências e estabelecimentos comerciais – foram prejudicados, além de dois condomínios nos quais moram 33 famílias. O prejuízo foi calculado em cerca de R$ 800 mil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave