Mineiros e jovens são os que mais movimentam o turismo em Minas Gerais

Pesquisa realizada pela Secretaria de Estado de Turismo e Esportes em 2014 colocam a hospitalidade do povo e a gastronomia como principais motivos de satisfação dos visitantes

iG Minas Gerais | gustavo lamera |

Uma pesquisa revela que os mineiros e os jovens são maioria entre os turistas que circulam por Minas Gerais. Os dados foram levantados pela Pesquisa de Demanda de 2014, realizada pela Secretaria de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais (SETES-MG).

Viajens de lazer ou passeio são as que mais trazem turistas para Minas, com destaque para o Circuito Serra da Canastra. A hospitalidade do povo mineiro, a gastronomia e as serras e montanhas das Gerais são os principais responsáveis pela satisfação do visitante. As informações foram recolhidas com aplicação de 3.686 questionários em 22 municípios estratégicos do turismo no Estado durante o mês de julho (após a Copa do Mundo) e em outubro. A margem de erro é de 2%.

A maioria (66,8%) dos visitantes é de Minas Gerais, seguida por São Paulo (12,9%) e Rio de Janeiro (7,0%). Em relação à idade, há predominância do público jovem, na faixa dos 21 a 30 anos (33,7%), e, na sequência, pessoas entre 31 e 40 anos, representando 24,2% do total.

A estadia média caiu de  6,9 dias em 2012 para foi de 6,3 dias na pesquisa atual. O gasto médio diário do visitante aumentou 90,5%: em 2012 era de R$61,77, e atualmente é de R$117,67. O gasto médio total durante a viagem em 2012 foi de R$409,31. Em 2014, esse número saltou para R$742,50, representando um aumento de 81,4%.


Veja o perfil do turista em Minas pós Copa
DA REDAÇÃO
Veja o perfil do turista em Minas pós Copa


 

Interesses

A motivação de viagem dos visitantes que vêm a Minas não é sólida, pois tem proporções bem parecidas. Uma vez que 32,9% das pessoas viajam para lazer ou passeio. Logo atrás estão os motivados a visitar amigos e parentes (25,2%) e, após, vem os motivados a negócios, com 22,7%.

Entre as pessoas que viajaram para lazer ou passeio, 44,7% buscaram o turismo cultural. Os que buscam o contato com a natureza – ecoturistas – representaram 34,0%.

Os circuitos mineiros que as pessoas mais têm interesse de visitar em uma próxima viagem são o Circuito Serra da Canastra (Araxá, Sacramento e São Roque de Minas são alguns dos municípios que compõem o Circuito), com 28,5%. O Circuito do Ouro segue na lista com 23,3% das intenções, tendo o município de Ouro Preto como principal polo. Em seguida, vem o Circuito dos Diamantes (Diamantina e Serro), com 21% de interessados e o Circuito das Águas (Caxambu e São Lourenço), com 20,3%.

Satisfação

O nível de satisfação que abrange os serviços ou dimensões turísticas, tais como segurança pública, qualidade de hospedagem, opções de lazer e entretenimento, hospitalidade, gastronomia/restaurantes entre outros, teve uma média de 7,8 em um total de 10, representando um aumento de 1,9%, quando comparado com 2012. Destacam-se os serviços de hospitalidade (8,8), gastronomia/restaurantes (8,8) e qualidade da hospedagem (8,5), com as maiores avaliações.

Quando perguntados se a viagem a Minas atendeu às expectativas, 92,7% das pessoas afirmaram que foram atendidas plenamente ou até mesmo acima do esperado.

Em pergunta aberta, quando questionadas sobre a “primeira imagem que vem a cabeça, quando se fala Minas Gerais”, os três mais citados foram Gastronomia (33,2%), depois as características do povo mineiro (tal como a hospitalidade), representando 12,9%, e as serras e montanhas, com 12,1%.

Copa do Mundo

Em 2014, a SETES também realizou uma pesquisa específica para traçar o perfil dos visitantes no Estado, durante a Copa do Mundo. A maioria (71,4%) foi masculina, com uma média de idade de 33 anos. Do total, 42% viajaram com amigos e 65% eram visitantes internacionais, oriundos de 45 nacionalidades diferentes.

Estes turistas geraram um gasto médio individual de R$ 1.141,36 em Belo Horizonte, durante a viagem, ou seja, 53% acima do valor gasto pelos visitantes no Estado, em meses fora da Copa de 2014. O tempo de permanência médio foi de seis dias na capital e 9,4 dias para os 30% dos visitantes que também visitaram outros municípios no estado.

Assim como na pesquisa de demanda, 92% dos entrevistados afirmaram que as expectativas da viagem em Minas Gerais foram atendidas plenamente, ou até superadas, e os mesmos 92% afirmaram que indicariam o destino para amigos e parentes.  

Leia tudo sobre: turismominas geraisbh